ToliBlog

Após dois anos afastado do mundo da música, rapper Childish Gambino faz retorno triunfal com lançamento do clipe ”This Is America” no programa Saturday Night Live

Repleto de referências, o clipe critica de forma irônica e incômoda a realidade vivida desde a escravidão até os dias atuais pela comunidade negra em um dos países mais desenvolvidos do mundo, os Estados Unidos.

Publicado em 7 de Maio de 2018 | Por Thaissa Barzellai

Ator e cantor Donald Glover durante monólogo de abertura do programa Saturday Night Live, no qual foi convidado especial. (Foto: Will Heath/NBC)

Depois de dois anos longe do âmbito da música, o ator da série americana Atlanta e cantor, Childish Gambino, também conhecido como Donald Glover, voltou com um objetivo: destruir a utopia do famoso ‘’american way of life’’.  Lançado na madrugada de domingo no programa Saturday Night Live, o clipe da música This Is America, que é o primeiro single do novo projeto, o artista multifacetado registrou a trágica realidade dos negros nos Estados Unidos, abordando desde o racismo institucionalizado até a regulamentação da política de porte de armas no país por meio de uma simbologia incômoda. Com apenas 24 horas, o vídeo já alcançou mais de 20 milhões de visualizações no youtube e gerou movimentação entre fãs e celebridades, como Lady Gaga e Janelle Monáe, nas redes sociais devido às críticas presente nele. 

Situado em um galpão vazio, o clipe, dirigido por Hiro Murai – que também faz parte da equipe de Atlanta -, é recheado de referências não tão sutis assim. Logo nos primeiros momentos, Childish, que representa Jim Crow – um caricata racial cujo nome foi dado à leis de segregação racial -, atira à queima roupa em um negro encapuzado que está sentado à sua frente e observa-o enquanto o corpo é arrastado de forma imprudente e a arma cuidada como uma preciosidade da sociedade, representando, portanto, o fato de que as pessoas naturalizam a morte de pessoas de cor.

Em meio a passos de dança coreografados por Sherrie Silver, que têm como objetivo representar uma forte característica da cultura dos negros e ao mesmo tempo distrair o espectador do caos que acontece no segundo plano – uma crítica incômoda à questão de que os assuntos relacionados à essa comunidade não são debatidos -, o cantor revive a história dos nove jovens negros que foram assassinados no massacre da Igreja de Charlesville, localizada na cidade de Virgínia, em 2015, por um supremacista branco; da violência policial à um rapaz que foi baleado por terem confundido o iphone com uma arma; e das dificuldades que tantos negros enfrentam para ascender socialmente, muitas vezes autodestruindo-se – como registra o clipe em um momento no qual o rapper acende um cigarro de maconha como uma válvula de escape para logo depois voltar para o mundo do caos.

Além de ter performado a música This Is America e estreado o clipe de mesmo nome, Childish Gambino, que foi convidado especial para apresentar o programa americano, também cantou a música Saturday e participou de esquetes, entre elas uma que parodiava a polêmica envolvendo o comentário do cantor Kanye West sobre escravidão. O nova álbum ainda não tem data prevista para o lançamento. Mas se This Is America pôde mostrar alguma coisa foi que, seja na faceta do ator Donald Glover ou do rapper Childish Gambino, o artista não está para brincadeira.

 

Pesquisas relacionadas