Teatro & Pensata

Sem projetos para a TV, Drica Moraes contou que irá se dedicar ao teatro em 2017: “Eu procuro sempre por peças que sejam humanas e que abordem as relações”

A atriz, que em dezembro gravou vídeo protestando contra a votação modificada do Congresso do projeto anticorrupção, confessou que não está fácil exercer a cidadania em tempos de crise no Brasil. "É uma loucura porque hora nenhuma nós temos descanso"

Publicado em 4 de janeiro de 2017 | Por Julia Pimentel

Mudança de planos. Drica Moraes começa 2017 sem projetos para a TV. A atriz, que estava escalada para a novela “Jogo da Memória”, de Lícia Manzo, nos disse que a trama não irá ao ar em 2017. “Eu estava na novela, mas recebi a notícia de que a produção havia sido cancelada. Eu não tenho muita certeza das razões, mas pelo que eu vi, a novela foi transformada em série. Enquanto antes tinham 95 capítulos, agora vão ter poucos episódios”, explicou.

Foi isso mesmo, Drica. Segundo o jornal O Globo, a decisão da emissora foi tomada como forma de precaver uma produção de baixa audiência. Conhecida por inovar e surpreender em seus trabalhos na teledramaturgia, Lícia Manzo teve sua novela, que iria ao ar na faixa das 23h, encurtada para uma minissérie que só deverá estrear em 2018. No lugar de “Jogo da Memória”, a Globo irá exibir “Em Nome do Amor”, das autoras estreantes Ângela Chaves e Alessandra Poggi.

Drica Moraes estava no elenco de "Jogo da Memória", que depois de virar minissérie, teve a estreia adiada para 2018 (Foto: Reprodução)

Drica Moraes estava no elenco de “Jogo da Memória”, que depois de virar minissérie, teve a estreia adiada para 2018 (Foto: Reprodução)

Seja em novelas com dezenas de capítulos ou em minissérie com poucos episódios, o fato é que Drica Moraes é sucesso em qualquer elenco. A atriz, que já tem quase 40 trabalhos na telinha nas três décadas de carreira, revelou que está gostando de trabalhar com produções menores. Dos três últimos trabalhos de Drica Moraes na televisão, ele atuou em escalas proporcionais menores. Em “Império”, foram 154 capítulos contra 64 em “Verdades Secretas” e 20 em “Justiça”. Mas engana-se quem pensa que o volume menor seja sinônimo de trabalho mais fácil. “Pelo contrário, nós trabalhamos muito porque são locações variadas que demandam deslocamentos pelo Brasil. Para o ator, é uma delícia e um prazer atuar em produções que tenham um cuidado maior no desenvolvimento. É sempre muito bom”, disse Drica que comentou o sucesso de “Justiça”. “A receptividade foi ótima. As pessoas se envolveram muito com as histórias e os dramas pessoais de cada personagem. Eu acho que essa minissérie foi um acerto em todos os sentidos”, analisou.

Mas a brilhante atuação de Drica Moraes não se restringe à teledramaturgia. Assim como na televisão, a atriz também coleciona papéis de sucesso no teatro e no cinema. E é, justamente, o trabalho nos palcos que irá tomar conta do novo ano na carreira da atriz. Ainda sem muitas definições, Drica nos disse que em 2017 deseja se dedicar ao teatro. “Eu estou com algumas peças em análise e vendo alguns projetos que eu recebi. Mas ainda não sei o que, de fato, irei fazer em 2017. A certeza é que eu voltarei para o teatro”, disse a atriz que já iniciou o processo de busca por textos. “Eu tenho lido alguns trabalhos com amigos e algumas criações têm me emocionado bastante. Eu procuro sempre por peças que sejam humanas e que abordem as relações com amor, delicadeza e de maneira profunda”, revelou.

Em 2017, a atriz procura por textos para o teatro (Foto: Reprodução)

Em 2017, a atriz procura por textos para o teatro (Foto: Reprodução)

Se na vida profissional ela não para, como cidadã brasileira o ritmo não é diferente. Atenta às recentes mudanças e surpresas do cenário político brasileiro, a atriz não é de ignorar o que lhe incomoda. No final do ano passado, Drica Moraes se juntou a um time de celebs para protestar contra o projeto anticorrupção que foi alterado e votado durante a madrugada no Congresso. Na ocasião, a atriz divulgou um vídeo em seu Instagram indignada: “Como assim? Quer dizer eu o Congresso decide se reunir na calada da noite para aprovar lei que impede o trabalho da Justiça contra a corrupção. É isso?” disse Drica na gravação e concluiu o post com a hashtag #corrupçãomata.

Sobre a questão política, a atriz ressaltou a dificuldade que é acompanhar todas as notícias em tempos de crise. Segundo Drica Moraes, estar ciente do que acontece no poder público brasileiro não é tarefa fácil. “Dá um trabalho danado ser cidadão e exercer a cidadania. É uma loucura porque hora nenhuma nós temos descanso. Mas eu acho que o povo tem conseguido exercer sua cidadania através das redes sociais, dos manifestos e abaixo-assinados. É por aí que a gente se envolve e consegue dar opinião”, declarou a atriz que considera 2017 um ano incógnito. “Não tem como prever nada. Eu acho que está tudo tão difícil, que só nos cabe esperar os próximos acontecimentos”, concluiu Drica Moraes.

 

Pesquisas relacionadas