Música & Badalo

Que venha 2018: Anitta será a atração principal do Réveillon de Copacabana!

Além da cantora que possui projeção internacional, estarão presentes os artistas Frejat, Dj Tucho, Ana Petkovic, Naldo Benny, Belo e Cidade Negra. Para completar a festa, as duas campeãs do Carnaval deste ano, Portela e Mocidade, também tocarão

Publicado em 24 de novembro de 2017 | Por Ana Clara Xavier

Já decidiu quais são os seus planos para o Réveillon? A cantora Anitta confirmou presença nas areias de Copacabana. O anúncio foi feito pelo organizador do evento, Abel Gomes, que garantiu um show exclusivo da morena logo depois da virada de 2018. “Gente, nesse ano, no réveillon de Copacabana vai ser uma experiência maravilhosa, inesquecível na minha vida. Vamos fazer a maior festa que o Rio já viu”, afirmou Anitta em vídeo durante a coletiva de imprensa que falou sobre o evento.

Anitta é a atração principal do réveillon de Copacabana (Foto: Divulgação)

Além da rainha do pop brasileiro, a galera pode contar com a música de Frejat, Dj Tucho, Ana Petkovic, Naldo Benny, Belo e Cidade Negra. Para aumentar ainda mais o agito e dar uma canja do que os turistas e os cidadãos podem esperar da virada, o palco exibirá uma apresentação das escolas campeãs do Carnaval 2017, Portela e Mocidade. A celebração deste ano recebeu o nove de ‘réveillon do abraço’ em homenagem à canção de Gilberto Gil.

O orçamento da festa ainda não está fechado, segunto o presidente da Riotur, Marcelo Alves, já que parte das despesas serão de iniciativas privadas. No entanto, adiantou que a produção de Anitta pediu R$200 mil pelo cachê do show. Um valor que Marcelo Alves achou razoável frente a outras atrações que já passaram pelo réveillon de Copacabana. Na chegada do ano de 2016, por exemplo, o cachê de Zeca Pagodinho foi de R$800 mil.

Frejat também será um dos cantores que vai pisar na praia de Copacabana (Foto: Divulgação)

Entre os dez palcos montados pela cidade, o principal será o de Copacabana, por ser o mais tradicional de todos. O bairro vai receber dez telões de LED e trinta torres de som, contra dezesseis do ano passado, que vão ajudar Anitta a agitar a festa. Para completar, onze balsas vão garantir dezessete minutos de fogos que comemoram a chegada do ano que se aproxima, cinco minutos a mais do que em 2017. “O Réveillon deste ano será exuberante. A Prefeitura vai dobrar o número de guardas municipais em Copacabana para manter o bairro sem problemas de ordem urbana”, adiantou o prefeito Marcelo Crivella. Para garantir a segurança de todos, serão instalados seis postos médicos perto da orla, um a mais que em 2017. Além disso, quinhentos banheiros químicos estarão a disposição da galera.

Na última virada, o Rio de Janeiro recebeu dois milhões e setecentos mil pessoas que ajudaram a movimentar mais de dois bilhões e duzentos mil reais. A meta da festa do ano é conseguir subir este número 15%. Para contribuir para a chegada do resultado, a prefeitura esticou as comemorações que começarão no dia 26 de dezembro, com direito a presença em solo brasileiro do Cirque Du Soleil e do show da Orquestra Tabajara. A programação só termina onze dias depois com um desfile inédito das baterias das escolas de samba do Grupo Especial pela Avenida Atlântica. Os sambistas andarão até o palco principal montado na praia onde estará tocando a Orquestra Sinfônica Brasileira.

A prefeitura espera arrecadar 15% a mais do que a celebração do ano passado (Foto: Divulgação)

 

Pesquisas relacionadas