Música & Badalo

Não deixe o samba morrer: primeiro dia de Folia Tropical é marcado por presenças VIP e show de Mosquito e Teresa Cristina em homenagem ao ritmo

Pelo camarote, passaram nomes como Thiago Martins, Mart'nália e Alejandro Claveaux que, inclusive, emendou um dia inteiro de gravações de "O Outro Lado do Paraíso" na noite de festa na Sapucaí. "A equipe inteira já estava meio fantasiada só esperando dar o ok da última cena para curtir o sábado de Carnaval"

Publicado em 11 de Fevereiro de 2018 | Por Julia Pimentel

Começou! A Casa do Samba no Carnaval carioca abriu suas portas ontem e o Folia Tropical já vibrou com o segundo dia de desfiles das escolas da Série A do Rio. Na Marquês de Sapucaí, o camarote reuniu celebs que se jogaram na festa que valoriza o ritmo centenário. Até o fim da temporada em 2018, o Folia será o reduto do samba na avenida e ontem foi um esquenta do que iremos acompanhar. Representando a nova geração do ritmo, Mosquito foi a atração principal do Folia Tropical e ainda trouxe Teresa Cristina como convidada de luxo para o camarote.

Leia também: Em ano de realizações, Folia Tropical apresenta line-up luxuoso com Zeca Pagodinho e Alexandre Pires entre as atrações

Leia também: Em Carnaval consciente, CandyBoz celebra a diversidade e traz mensagem de combate à depressão no primeiro camarote gay da Sapucaí: “Todos têm seu valor”, disse sócia

No palco, a dupla empolgou os foliões com um repertório de partido alto fazendo jus ao título do camarote. “Eu fico louco com isso aqui. Eu venho trabalhar em um lugar que eu adoro e que é uma potência do samba”, contou Mosquito que destacou a importância de o Folia Tropical se dedicar ainda mais em valorizar o ritmo este ano. “É no mínimo justo ter uma Casa do Samba em uma época em que celebramos o ritmo. Eu adoro a ideia de existirem outros camarotes agregando novos estilos. Porém acho que, às vezes, isso tira até o foco do desfile e não combina muito. Esses próximos dias são dedicados ao samba. Absolutamente”, defendeu.

Leia também: A Zona Norte é a inspiração da arquitetura deste ano do Folia Tropical em Carnaval dedicado à origem do samba: “Nós representamos a raiz do ritmo”, disse autor do projeto, Rodrigo Dinelli

Teresa Cristina no palco do primeiro dia de Folia Tropical (Foto: Divulgação)

Quem compartilhou da mesma opinião do sambista foi Teresa Cristina que apontou que, mesmo com a pluralidade de ritmos pelos corredores da avenida, o samba nunca deixará de ser o protagonista desta festa. “Para quem vive do samba e gosta de verdade isso nunca acontece. O que muda é que outros valores vão sendo agregados à festa. Mas, para o sambista de coração, o nosso foco é certo”, disse.

Leia também: Novidade na avenida: após a estreia do CandyBloco, CandyBox deste ano promete show diferente no primeiro dia de desfiles na Sapucaí

E, se o samba é a trilha sonora inseparável do Carnaval, a energia desta festa também é algo único e sempre destacado por quem curte tudo de perto. “É muito bonito a gente ver essa vibração do coletivo pelo trio ou por uma escola. Hoje em dia, estamos esquecendo de torcer por alguém, estamos sempre em busca de alguma coisa. E o Carnaval é uma festa popular, é uma época em que nos dedicamos a vibrar pelo outro também”, disse Cinara Leal que se disse inspirada com a festa. “É uma energia que me renova e me contagia”, completou.

Leia também: Nos bastidores do Folia Tropical, história de união dos criadores do camarote, Agnes e Newton Mendonça, mostra que amor de Carnaval pode atravessar a Sapucaí e contagiar todo mundo. Vem entender!

Léo Marçal e Thiago Martins no primeiro dia de Folia Tropical Teresa Cristina no palco do primeiro dia de Folia Tropical (Foto: Divulgação)

Por falar em renovação, ontem o Folia Tropical comprovou que o fôlego para curtir dos dias festa não se acaba nem com muito trabalho antes – ou depois. Direto dos Estúdios Globo, onde gravou as próximas cenas de “O Outro Lado do Paraíso“, Alejandro Claveaux emendou a primeira noite de camarote a um dia inteiro de trabalho. O ator, que vive o policial Nicolau na trama, gravou de sete da manhã até a hora de sentir a energia da bateria direto da frisa do Folia Tropical. “A equipe inteira já estava meio fantasiada só esperando dar o ok da última cena para curtir o sábado de Carnaval”, confessou o ator que destacou a o espírito de liberdade que reina sobre os dias de festa. “A gente está vivendo um momento muito delicado de violência e intolerância. E, no Carnaval, as pessoas se abrem para a alegria, se fantasiam e esquecem as diferenças. Pelo menos por alguns dias, o clima é só de festa. É muito potente ver a energia que o Carnaval promove”, comentou.

Leia também: Com expectativa para mais um ano de novidades, promoters do Folia Tropical contam dos desafios de organizar importantes nomes nas listas do camarote

Inspirador para uns e libertador para outros, o Carnaval também ganhou tom de reconhecimento para David Junior. Em sua estreia na folia – tanto na Sapucaí quanto no clima da festa pelas ruas –, o ator comemorou o assédio de alguns fãs ontem no Folia Tropical. Ele, que brilhou na pele do Dom de “Pega Pega”, apontou o fato de ainda ser parado mesmo após um mês do fim da novela. Portanto, fotos e abraços liberados! “O nosso trabalho é muito sazonal. A gente faz uma novela hoje e daqui a pouco já entra outra. Por isso, sempre achamos que daqui a pouco seremos esquecidos e isso é normal. Porém, a empatia que o público teve por esse personagem foi tão bonita que hoje, mesmo depois de um mês que acabou, continuam falando comigo com muito carinho”, comentou David que acredita que este reconhecimento seja o fruto de seu esforço e empenho na telinha.

Mosquito e Martn’ália na Casa do Samba na Sapucaí, o Folia Tropical Teresa Cristina no palco do primeiro dia de Folia Tropical (Foto: Divulgação)

Companheiro de “Pega Pega” de David Junior, Thiago Martins foi outra celeb que garantiu a noite na Sapucaí do melhor ponto da avenida. E olha que ele tem bagagem para falar isso! Em sua noite de folga, o ator e cantor escolheu o camarote entre tantas opções para se jogar no samba na companhia de amigos. “O que eu mais gosto no Folia é o clima familiar entre as pessoas e o fato de ser a Casa do Samba. Por aqui estão passando grandes nomes do ritmo e eu sou isso. Samba é o que eu amo e o que eu toco”, disse.

E é assim que a gente segue. Celebrando a festa e, acima de tudo, o samba, o Folia Tropical possui uma programação estelar até o próximo sábado e uma lista de convidados para lá de especial. No palco, o primeiro dia de desfiles do Grupo Especial será comandado por Alexandre Pires e, entre as presenças ilustres da noite, um dos maiores nomes da música popular brasileira. Amanhã contamos quem!

O promoter Léo Marçal e alguns de seus convidados da noite passada no camarote Teresa Cristina no palco do primeiro dia de Folia Tropical (Foto: AgNews)

Serviço: FOLIA TROPICAL 2018
– Localizado no setor 6, no meio da avenida com 2 mil m² divididos em Frisa, Espaço Beleza, Espaço Zen, Boate, Lounge.
– Open Bar ( Vodka Absolut, Wisky Chivas 12 anos, Gin Beefather, Espumante, Cerveja Amstel, Red Bull, Drinks variados, Aperol, Cachaça )
– Open Food ( buffet Laguiole com comida o tempo todo, jantar e café da manhã)
– Transfer de ida e volta saindo da lagoa do Clube Monte Libano.
– Shows:
Domingo – Alexandre Pires
Segunda – Maria Rita
Campeãs – Zeca Pagodinho e Alcione

Pesquisas relacionadas