Música & Badalo

Na véspera do Dia das Mães, Casa Levi’s apresenta shows de Alice Caymmi, Mãeana e Nina Becker em programação marcada pelo clima familiar

No palco e na plateia, a mansão foi embalada por sentimentos de emoção, carinho, honra e, claro, muito amor. Mas, em entrevista, Alice Caymmi também foi categórica ao comentar a importância da Casa Levi's para a cultura do Rio de Janeiro. Segundo ela, o projeto cumpre a função da arte no atual panorama brasileiro. "Sem cultura e sem catarse, neste momento, o brasileiro ia morrer por dentro"

Publicado em 14 de maio de 2017 | Por Julia Pimentel

Domingo, 14 de maio: Dia das Mães. Neste segundo domingo de maio, como segue a tradição, comemoramos o dia daquelas que, independente da cidade, classe social ou personalidade têm um sentimento comum a nós: o amor de mãe. E esse clima materno já vem sendo celebrado desde ontem. Na Casa Levi’s, a programação de sábado, 13, foi pensada para homenagear as mães em um dia super familiar, com crianças de várias idades curtindo a mansão da grife em Botafogo. O evento apresentou Alice Caymmi, Nina Becker e Mãeana como atrações e, nos repertórios, as artistas apresentaram músicas de seus novos trabalhos, além de sucessos anteriores e releitura de clássicos da música brasileira. O resultado? Público animado, clima aconchegante, dançante e delicioso.

Leia também: No Rio, Casa Levi’s tem noite de rock pesado com a banda Rakta e encontro de ciclistas urbanos da coleção Commuter da grife

Ainda à luz do dia, Mãeana começou os trabalhos na Casa Levi’s com um show encantador que misturou força e delicadeza. Com sua voz doce, Ana Cláudia Lomelino fez uma apresentação que tinha como intenção homenagear as rainhas deste domingo, inclusive a própria artista. No repertório, entre as canções de seus trabalhos, Mãeana encantou a plateia da Casa Levi’s com duas canções feitas para seus filhos, os pequenos Dom e Sereno. “Eu quis aproveitar a temática da maternidade nesse meu show. Além de eu já ter isso muito forte em mim, eu escolhi músicas que tratem desse tema também pelo Dia das Mães”, contou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também: É festa na Casa Levi’s: Rodrigo Suricato embala noite de comemoração pelo aniversário do stylist Rodrigo Coelho e pelos dois anos de parceria com a grife

Com a assinatura de Mãeana desde 2014, a cantora disse que esse conceito também traz a questão da maternidade enraizado. Mais do que na forma humana, como ela apontou, Ana Cláudia também quer celebrar a natureza e o nosso planeta Terra em sua carreira. “Essa fase da minha trajetória é muito pautada pela maternidade mesmo, mas de um jeito mais cósmico. Eu quero chamar a atenção para além da maternidade humana, é algo maior. O próprio planeta é a nossa mãe, uma deusa. Eu vejo como uma entidade feminina, uma deusa que vem antes de tudo”, explicou a cantora que também recorre às purpurinas, aos brilhos e tecidos como identidade visual para potencializar o conceito. “É um universo que foi construído junto com essa proposta do meu show e da minha carreira. Eu sou super apegada aos meus objetos e criações e acredito nesses materiais que eu uso de uma forma mágica. É como se eles me ajudassem e conspirassem para o meu sucesso”, completou.

Leia também: Cultura democrática: Casa Levi’s incorpora rap e funk em noite no Rio de Janeiro com shows de Rico Dalasam e Linn da Quebrada

Nina Becker incendeia a Casa Levi’s

Outra mamãe que subiu ao palco da Casa Levi’s no sábado foi Nina Becker. Ao lado da pequena – e fofíssima – Cora, a cantora fez um show animado que misturou canções de sucesso da carreira com lançamentos de seu próximo álbum, “Acrílico”, que será lançado em outubro deste ano. “Eu estou super empolgada com as músicas novas e estava louca para tocá-las no palco, que tem outra energia dos estúdios. Aí, eu pensei se guardava para o álbum ou já apresentava logo e não aguentei: resolvi colocar nesse show”, confessou.

Leia também: Para todos os gostos: Casa Levi’s é dominada pela alegria e irreverência da banda Biltre e tem noite politicamente animada. Saiba o que rolou!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais que empolgada em lançar suas novas canções no palco da Casa Levi’s, Nina Becker estava emocionada de ter a presença da filha ao lado do microfone. Como nos contou, com a agenda de shows em várias cidades, nem sempre a pequena Cora consegue acompanhar a mãe nas apresentações. “Nem sempre eu consigo viajar com ela e, às vezes, as apresentações são muito tarde e em lugares não adequados para as crianças. Então, eu fiquei muito feliz com a oportunidade de um show cedo e no Rio, e ainda sendo véspera de Dia das Mães”, contou Nina Becker que resumiu a experiência de ter a filha com ela no palco da Casa Levi’s. “A presença dela sempre aquece o meu coração e é fonte de alegria infinita”, sintetizou.

Leia também: Anfitrião por um dia! Na Casa Levi’s, o embaixador Paulo Dalagnoli comanda noite especial com a presença de amigos e exposição de fotos: “Me envolvi em todo o processo”, contou

Alice Caymmi fechou a noite das mães na Casa Levi’s

Para fechar a noite na Casa Levi’s com o clima lá no alto, energia e suas madeixas rosa, Alice Caymmi empolgou o público da mansão com seu repertório animado e cheio de sucessos e novidades. Por lá, além de canções dos álbuns anteriores e sucessos de outros artistas, Alice também deu um gostinho da novidade que está vindo por aí. Ainda sem data para o lançamento, a cantora adiantou algumas faixas do álbum “Solar”, que sairá em breve, como ela nos contou. “O meu show foi um mix de transição entre os meus álbuns anteriores e o “Solar”, meu próximo projeto que está a caminho. Eu ainda não tenho data para lançar, mas estou naquela vibe de o quanto antes. Mas sem pressa”, disse.

Leia também: Sucesso: Casa Levi’s estreia na capital carioca com show intimista de Mahmundi e programação impecável – e gratuita!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neste novo momento de sua carreira, Alice Caymmi contou estar redescobrindo uma nova artista dentro de si. Com a música enraizada desde sempre em sua vida, a cantora destacou estar vivendo uma fase de amadurecimento profissional e, como adiantou, isso será evidenciado no futuro álbum. “Eu estou encontrando uma nova voz em outros lugares de expressão e com novas formas de compor. Então, a minha carreira está andando para uma nova proposta, literalmente”, contou.

Com tanta energia e entusiasmo para o novo trabalho, Alice Caymmi ainda comentou a importância da Casa Levi’s para o calendário cultura carioca. Depois de duas edições de sucesso em São Paulo, o projeto promovido pela grife símbolo do denim chega para preencher uma lacuna artística que o Rio de Janeiro estava vivendo. Até o dia 20, quando haverá show de Erasmo Carlos, a Casa Levi’s é o ponto de encontro da moda e da cultura no Rio de Janeiro. “Sem arte e sem catarse, neste momento, com os ânimos exaltados dessa maneira, o brasileiro ia morrer por dentro. A gente precisa de festa, de shows, reflexão subjetiva e poética. É tanta decepção que, se esse sentimento coletivo não for trabalhado, se nós artistas não ajudarmos a sociedade com a nossa arte, eu não sei o que acontece”, disse Alice Caymmi.

Vem ver na nossa galeria o clima na Casa Levi’s nesse sábado em homenagem às mães:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pesquisas relacionadas