Moda & Beleza

Estrelando nova campanha de lingerie, a modelo plus size Fluvia Lacerda mostra que a beleza brasileira vai muito além da magreza

Em destaque na nova campanha da 2Rios, a modelo argumenta contra padrões de beleza: "Priorizo aquilo que é importante para mim, não para os outros"

Publicado em 9 de março de 2017 | Por Suzany Alves

Com mais de dez anos de carreira, Fluvia Lacerda é referência e figura essencial da moda no Brasil. A modelo, que já estampou a capa de publicações poderosas como a Vogue Itália, agora exalta suas curvas na campanha da nova coleção da 2Rios, marca de lingeries. Em um bate papo com o HT, a modelo, que devido ao corpo exuberante e competência do seu trabalho é considerada a Gisele Bundchen do plus size, entende a comparação como uma coisa muito positiva. “Acho ótimo, pois mais do que a comparação em si, o que me orgulha é saber que a beleza da mulher brasileira é reconhecida em todos os segmentos”, contou.

Um dos momentos mais marcantes de sua carreira foi, sem dúvidas, a oportunidade de ser a primeira modelo do segmento plus size a estampar a capa da Playboy. A edição recebeu uma chuva de críticas positivas e Fluvia ressalta a importância desse trabalho para representar todas as mulheres. “Fiquei extremamente gratificada com a opinião positiva, principalmente por parte das mulheres. Saber que pude, através de um ensaio fotográfico, contribuir de forma real, para que mulheres de todos os tipos físicos tenham os mesmos espaços foi fantástico. Todas devemos ter as mesmas condições de atuação, seja ela na imprensa, publicidade, no mercado de trabalho de um modo geral. Esta aprovação me passa o sentimento de estar no caminho certo!”, comemorou.

Fluvia Lacerda (Foto: Reprodução)

Mas se engana quem pensa que a boa-vistense sempre teve o sonho de ser modelo. Sua carreira começou repentinamente, quando foi abordada por uma agente enquanto andava de ônibus em Nova Iorque. Ainda assim, Fluvia compartilha alguns conselhos com quem almeja seguir os seus passos. “Minha carreia começou sem querer, foi algo espontâneo e natural… Um conselho, que aprendi no dia a dia é que para ser modelo, plus size ou não, você tem que dar o seu melhor sempre e ter intimidade com as câmeras”, enumerou a modelo.

Fluvia Lacerda (Foto: Reprodução)

Um dos seus maiores objetivos é ir contra os padrões de beleza impostos pela sociedade que em grande maioria exigem que as mulheres se adequem às menores medidas para serem aceitas. Fluvia busca levantar a bandeira do empoderamento e a auto-confiança. “Não há razão de me sentir mal quanto a minha aparência quando o meu corpo funciona perfeitamente bem, me deu dois filhos lindos e carrega um cérebro magnífico e uma saúde maravilhosa. Minha lista de prioridades e valores questiona muitas dessas imposições sem sentido que partem tanto da mídia quanto da sociedade”, desafiou. E ela foi além, ao falar com as mulheres para que elas não se sujeitem a isso e aceitem sua beleza individual, sem se importar com o que os outros pensam. “A partir do momento que me vejo de uma forma onde priorizo aquilo que é importante para mim e não para outros, me liberto dessas correntes negativas que prendem tantas mulheres … e assim aconselho a todas as mulheres que se sentem mal consigo mesmas.Quer mudar? Acima de tudo, se respeite. Se ama como é? Se respeite se colocando como prioridade acima de qualquer ditadura imposta por terceiros. A partir do momento que entendemos e aceitamos que beleza não segue padrões e que o que nos faz único por si só é verdadeiramente belo, passamos também a nos enxergar de uma forma mais positiva” aconselhou. Rainha, né, mores?

Pesquisas relacionadas

close-link