Moda & Beleza

A voz da sabedoria: à frente do Núcleo de Design da Assintecal, Walter Rodrigues explica com exclusividade o conceito do Inverno 2018 e analisa situação da moda no Brasil e no mundo

Nos dias 3 e 4 de julho, em São Paulo, o designer e uma grande equipe apresentam os resultados das pesquisas sobre o conceito de Leveza, que é a aposta para o próximo Inverno, no Inspiramais - Salão de Design e Inovação de Componentes

Publicado em 22 de junho de 2017 | Por Julia Pimentel

“O nosso desafio é criar produtos de moda que surpreendam”. Este é o trabalho de Walter Rodrigues no comando no Núcleo de Design da Assintecal (Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos). Durante um ano, o estilista e seu super time de designers pesquisam, viajam e desenvolvem a moda a partir de uma palavra-chave e, ao fim, apresentam o resultado no InspiramaisSalão de Design e Inovação de Componentes. E é isso o que vai ocorrer em São Paulo nos dias 3 e 4 de julho. Por lá, Walter Rodrigues e o Núcleo de Design da Assintecal irão mostrar os desdobramentos do conceito do Inverno 2018, que será Leveza.

Leia também: Anote na agenda: Inspiramais – Salão de Design e Inovação de Componentes apresentará as tendências e apostas da moda brasileira para o Inverno 2018 

De acordo com o estilista, a ideia para a estação surgiu como consequência oposta ao atual momento que estamos vivendo. Seja na política, economia ou sociedade, a aposta de Walter Rodrigues é que a moda seja o contraponto deste panorama conturbado. “Foi justamente por causa deste cenário intenso que estamos protagonizando que fomos buscar o sentido de Leveza. 2018 será um ano muito importante para nós brasileiros, teremos a chance de votar e precisaremos estar leves em todos os sentidos para tomarmos as decisões corretas”, destacou o estilista que acrescentou à explicação uma obra de Gilles Lipovetsky, escrita em 2015.

Leia também: Exclusivo – Às vésperas do Inspiramais Inverno 2018, o designer Jefferson de Assis faz balanço dos últimos seis meses de trabalho e já adianta o conceito do Verão 2019. Descubra!

“Ele pontua a mudança em curso sobre os valores do que é pesado, símbolo de riqueza, quebrando o paradigma de que a leveza é um sinônimo de barato e ruim. O pensador expõe as mudanças ocorridas através da nanotecnologia, das microcirurgias, dos chips que nos permitem ter à mão um celular que é ao mesmo tempo uma máquina fotográfica, um computador, um aparelho de som e um enorme arquivo dos dados da sua vida. Há mensagens por toda a parte, desapegue, tenha apenas o necessário, encolha a bagagem, esvazie a mente. Compartilhe mais, acumule menos. Substitua posse por acesso, tire as ideias do papel e jogue-as na nuvem, como diz nossa colaboradora Vanessa Barone”, completou.

Nos dias 3 e 4 de julho ocorre a edição Inverno 2018 do Inspiramais – Salão de Design e Inovação de Componentes (Foto: Reprodução)

Assim, as pesquisas do Núcleo de Design da Assintecal inspiram designers e empresários do setor têxtil e de confecção pelo Brasil. Nesta edição, inclusive, o Salão de Design e Inovação de Componentes bate recorde no número de empresas expositoras. No total, serão 130 marcas interessadas e atentas aos resultados obtidos pelo Núcleo de Design da Assintecal. Por lá, o evento irá apresentar produtos de moda que, como destacou Walter Rodrigues, têm o objetivo de surpreender. “A Leveza nos ajuda a conduzir as 130 empresas presentes no Inspiramais para um resultado inspirador e também lucrativo, buscando na beleza desta palavra a força criativa necessária para encantar”, afirmou Walter que, como destaque da estação, apontou os avanços técnicos do setor. “A tecnologia disponível no Brasil nos permitiu incentivar a criação de lindos materiais para a indústria da moda. Assim, facilitaremos que as empresas de produtos produzam bolsas sem forro através de laminados dupla face. Com isso, o resultado fica mais leve e menos caro”, adiantou o estilista e coordenador do Núcleo de Design da Assintecal que, como maior desafio do trabalho à frente do grupo, tem democratizar a produção de moda e apresentar oportunidades de crescimento para as pequenas e médias empresas do setor.

Leia também: Conexão Inspiramais Inverno 2018: Fórum de Inspirações revela palavra-chave para as criações da estação. Saiba qual é!

Com isso, embalado pelo conceito da Leveza, Walter Rodrigues apresenta um frescor para o atual momento. Afinal, como um contraponto do turbilhão contemporâneo, a moda chega como um novo fôlego para os nossos dias, como acredita o estilista. “Ela é um sistema de signos que define uma época e, assim, reflete tudo o que passamos em nosso cotidiano, como momentos de prosperidade e também os mais difíceis. A moda traz coloridos quando estamos necessitados de cor como na década de 1980. Ela limpa e minimiza, valorizando as matérias e o fazer em momentos de riqueza, como na década de 2000, onde vivemos uma boa temporada com marcas que tinham como DNA o luxo da simplicidade, como Jil Sander e Helmut Lang”, detalhou Walter que foi além. “Neste momento, entendemos que estamos tendo um pouco de tudo. As contradições estão mais afloradas e visíveis. Temos marcas maximalistas que emplacam a logomania novamente, como Gucci e Balenciaga, e ao mesmo tempo, marcas que se reinventam buscando seu minimalismo, como a Calvin Klein. Me parece que nestes tempos mais vorazes, consumidores estão buscando um equilíbrio, baseando-se no seu estilo pessoal, fazendo com que as marcas lutem para ser as escolhidas”, acrescentou.

Leia também: Artesanato brasileiro ganha destaque em projetos do Inspiramais e faz parte do cenário internacional pelas mãos e olhar atento de Jefferson de Assis

Porém, quem lê as palavras experientes e conscientes de Walter Rodrigues sabe que o momento conturbado da economia não desvia do cenário fashion brasileiro e mundial. Como destacou o estilista, não está fácil para ninguém. Mas, é neste momento que a criatividade ganha ainda mais força e visibilidade. “Está difícil sobreviver neste mercado e, sendo assim, vale tudo para se ter lucros. Para quem ama a moda como eu, está sendo incrível este momento único em que cada coleção, campanha ou mudança de head designer quase vira um game. Estamos mais participantes, mais inseridos nos universos das marcas. Por isso, acredito que estamos vivendo um momento muito importante da moda. Como consumidores, damos muito valor a estes fatos que nos inserem e fazem com que permanecemos fãs e defensores destas marcas, o que para elas é maravilhoso, pois não nos pagam nada por isso”, analisou.

“Está difícil sobreviver neste mercado e, sendo assim, vale tudo para se ter lucros” – Walter Rodrigues (Foto: Reprodução)

E ele não para! A poucos dias de apresentar todo este universo que irá compor o Inverno 2018, Walter Rodrigues ainda adianta o que será destaque no Verão 2019. Como nos revelou, o Núcleo de Design da Assintecal já bateu o martelo para a palavra-chave da próxima estação: Resistência. “A situação política e econômica do mundo continua frágil. Trump, Brexit, a crise dos refugiados no mundo, a marcha das mulheres e este novo feminismo indicaram esta palavra. Então, precisamos de Resistência para continuar acreditando e fazendo aquilo que amamos”, explicou Walter que acredita que o conceito do Verão 2019 representa um fortalecimento das duas palavras-chaves anteriores: Apropriação e Leveza. Para ele, a Resistência nos induz à força e à crença para defendermos o que acreditamos.

Leia também: União de forças: Associação da Indústria Têxtil e de Confecção integra time do Inspiramais e potencializa as ações do evento que atrai os olhares internacionais

Para completar, Walter Rodrigues, claro, não poderia deixar de dar o seu palpite sobre o futuro da moda autoral brasileira. Ainda mais ele, que tem uma aplaudidíssima carreira no mundo fashion nacional e está tão inserido nos frutos e futuros deste universo. Segundo o estilista, estamos vivendo tempos delicados, em que a crise econômica amedronta o consumo de moda e trava os gastos. Porém, Walter Rodrigues afirmou que enxerga uma luz no fim deste caos. “Há uma renovação em curso e isto é visível nos momentos de moda que vivemos em nosso calendário. Temos diversos exemplos: a Casa de Criadores, este projeto maravilhoso do André Hidalgo, que revela talentos a cada edição, o Dragão Fashion, levantando a bandeira da moda no Nordeste, e a nossa já tradicional semana de moda. Na SPFW, vemos a inclusão de novas marcas com propostas carregadas de identidade e espírito de moda, diferentemente dos últimos tempos onde reinavam as grandes marcas com poder de marketing, mas com coleções vazias”, analisou o estilista que também traçou um paralelo desta realidade brasileira com o panorama global.

Leia também: Inspiramais: No Salão de Design e Inovação de Componentes, entre os dias 16 e 17, em São Paulo, será dada a largada para o Verão 2018. Confira os destaques!

De acordo com Walter Rodrigues, em todo mundo temos exemplos de reinvenções ou novas propostas de consumo e venda de moda. “No cenário mundial, existem mercados emergentes muito importantes, como a China, onde o número de lojas de multimarcas se multiplicam como mágica. Há uma Europa cansada e cheia de talentos sendo bancados por prêmios milionários, tais como o LVMH PRIZE. Isto significa 300 mil euros e mais coaching para se tornarem bons empresários. E temos a América que nunca para e está sempre impulsionando os movimentos de consumo, como a Amazon a gigante das vendas online. Agora, ela permite que você fique sete dias com as roupas em casa e só depois de experimentar, você pode definir se fica ou se devolve tudo sem nenhum custo adicional. Confiança e facilidade para vender mais”, argumentou.

Por todo mundo, Walter Rodrigues apontou exemplos de que a moda vem se transformando (Foto: Reprodução)

Em relação a essas mudanças de sobrevivência no Brasil, Walter Rodrigues apontou a reinvenção das tradicionais fast-fashion nacionais. Por aqui, o estilista destacou que antigas marcas que eram sinônimo de apenas roupa barata, hoje se preocupam em oferecer algo além de preço para seus consumidores. “No Brasil, passamos pela euforia das marcas internacionais. Porém, umas até já desistiram e saíram do país. O que vivemos hoje é um movimento muito bem arquitetado das grandes redes de varejo que a cada semestre demonstram em seus relatórios boas margens de lucro. Cada vez mais fortes e necessárias, redes como Renner, Riachuelo e C&A possibilitam boas experiências de compras e acompanham as tendências de moda mundiais, deixando de ser apenas lojas de produtos com baixos preços para aspirar a vender moda”, analisou.

Leia também: Inspiramais Verão 2018: Walter Rodrigues conversa com o site HT sobre apropriação cultural, inspirações, sustentabilidade, inovações em tempos de crise e mais. Vem ler!

Por isso tudo, Walter Rodrigues continua como um dos principais nomes da moda brasileira. Para além de seu trabalho como estilista, hoje, ele assume o importante e positivo trabalho do Núcleo de Design da Assintecal. Assim, mais que referência de moda, Walter também assume o posto de símbolo de informação e conteúdo para empresários e designer do setor têxtil, de componentes e de confecção da moda brasileira. Como é isso para ele? “É uma sensação gratificante ver que o trabalho do Núcleo de Design da Assintecal tem produzido resultados visíveis na moda brasileira. A própria configuração do Inspiramais é uma prova disto: neste espaço onde respiramos moda, estão presentes os materiais para calçados e acessórios, para confecção, mobiliário e bijuterias. Somos hoje o resultado de uma rede forte de propósitos que unem os setores produtivos para sempre fortalecer a moda brasileira”, comemorou Walter Rodrigues.

SERVIÇO: INSPIRAMAIS – Salão de Design e Inovação de Componentes

03 e 04 de julho de 2017
Centro de Eventos Pro-Magno – São Paulo
Entrada gratuita para profissionais do setor
Inscreva-se: http://assintecal.sigevent.com/visitantes/formularios.php?id_edicao=11
Site: www.inspiramais.com.br
Redes Sociais – @inspiramais

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,