Gente & Comportamento

Quatro razões para praticar o seu sorriso! Fábio Bibancos fala sobre como o hábito interfere no cotidiano

Cirurgião-dentista especialista em Odontopediatria, Ortodontia e Mestre em Saúde Coletiva, Fábio Bibancos explica como um sorriso pode mudar o dia a dia das pessoas

Publicado em 28 de julho de 2016 | Por Karina Kuperman

*Por Fábio Bibancos

Em nossa cultura sorrir é sinônimo de felicidade, simpatia e sociabilidade. Nós sorrimos para estranhos, quando encontramos pessoas pela primeira vez, quando vamos saudar amigos e familiares… e sorrimos mesmo quando nos sentimos desconfortáveis!

Leia também: Na estreia de sua coluna, Fábio Bibancos faz as devidas apresentações e alerta: “Sorrir com confiança muitas vezes não vem em um passe de mágica”

Sorrimos muito quando estamos felizes. Se você encontrar alguém que parece não sorrir muito, você provavelmente vai pensar que essa pessoa é triste ou hostil. Entretanto, quando somos confrontados com pessoas que se recusam a sorrir (em situações nas quais sorrir é o normalmente esperado), você poderá se sentir muito desconfortável.

foto street

O sorriso é a mais bela expressão do ser humano.

Mas também existem muitas boas razões para sorrir. Agora, se você não está confortável com a forma como o seu sorriso parece é hora de transformar e promover uma mudança.

Uma solução encontrada está no seu dentista. Ele pode oferecer soluções para uma melhorar sua saúde bucal e seu sorriso (clareamento, realinhamento dos dentes com facetas, implantes, próteses, enfim, uma gama completa para resolver seu problema).

Leia também: Roer unhas é feito e os seus dentes não agradecem: Fábio Bibancos fala sobre a onicofagia e explica como o hábito prejudica a saúde bucal

Quando você se sentir autoconfiante sobre sua boca, você será tentado a sorrir mais vezes. Além disso, sorrir faz muito bem para o corpo! Como isso pode acontecer? Dá só uma olhada nas quatro razões que eu elenco abaixo:

Razão # 1. Você pode viver mais tempo e ser mais feliz
Embora a correlação não prove o nexo de causalidade, existem pesquisas americanas que indicam que os homens e mulheres que possuíam os sorrisos mais sinceros e naturais em seus álbuns de fotografia do ensino médio, continuam tendo uma tendência natural para sorrir. Essa tendência se estende até sete anos a mais do que aqueles que não sorriam nos álbuns de fotografia do colégio.

Leia também: Onde manda a imagem, boca bonita reina: Fábio Bibancos fala sobre a relação entre as redes sociais e a beleza bucal

Uma das causas que leva mais tempo de vida pode ser que sorridentes são mais felizes e expressam mais alegria nos acontecimentos da vida. O sentimento de felicidade é conhecido por ser um intensificador da autodefesa do organismo, de modo que os sorridentes podem superar mais facilmente as doenças que poderiam, potencialmente, reduzir a vida útil.

foto

Um belo sorriso vai fazer a diferença no meio da multidão.

Razão # 2. Você vai melhorar sua fotogenia
Não há nada de errado com a prática de seu sorriso. Afinal de contas, as pessoas praticam a dança, o andar ou o falar, bem como o sorrir! Você vai ser capaz de aprimorar os músculos que produzem o seu melhor sorriso e também vai acabar se sentindo feliz e relaxado no processo. Relaxado, sorrisos naturais saem melhores nas fotos, então um pouco de prática pode torná-lo ainda mais fotogênico do que já é.

Fique na frente de um espelho que seja grande o suficiente para refletir todo o seu rosto. Espalhe sua boca o máximo que puder de um lado para outro, mantendo os lábios fechados. Enrugue o nariz para envolver os seus músculos das bochechas. Tente de novo, separando seus lábios ligeiramente para expor os topos de seus dentes. Continue abrindo lentamente os lábios mais amplamente para expor mais os seus dentes. Pratique esses movimentos diariamente.

Leia também: A moda vintage da odontologia: As lentes de contato são facetas de cerâmica ultrafinas que solucionam algumas imperfeições de cor, forma e posição dos dentes

Evandro Rius PROMOTER

A pessoa que sorri e faz todo mundo sorrir, nosso amigo e paciente Evandro Rius

Razão # 3. Melhorar a sua criatividade
Estudos desvendaram que sorrir cria uma maior sensação de felicidade, bem como reduz o estresse. Além disso, também ajuda a impulsionar a criatividade muito mais do que expressões faciais negativas. Sorridentes frequentemente tendem a procurar mais soluções “fora da caixa” para problemas difíceis.

Se você é um artista ou um gerente de nível médio, sorrir pode ajudá-lo com a próxima grande ideia ou até mesmo pode facilitar a encontrar respostas a diversos problemas, que poderão deixá-lo mais satisfeito!

Leia também – Fábio Bibancos é o dentista fundador da ONG Turma do Bem, que atende mais de 65 mil crianças carentes: “Beleza não é bobagem. Ter os dentes é um direito de todos” 

Razão # 4. Espalhe felicidade
Sorrisos, como os bocejos, são contagiosos. Se você já se sentiu mais feliz simplesmente porque um estranho lhe deu um sorriso sincero e você respondeu com seu próprio sorriso, você sabe como o contágio feliz funciona e dá certo!

Além do mais, é mais provável você passar adiante aquela pequena explosão de felicidade, criando assim uma reação em cadeia de sorrir. Sorrir é gratuito, é fácil, e isso faz com que você (e outros) se sintam melhor!

Leia também: Brancorexia: cuidado com essa moda. Fábio Bibancos explica as precauções para se ter dentes brancos

*Fábio Bibancos é cirurgião-dentista especialista em Odontopediatria, Ortodontia e Mestre em Saúde Coletiva, formado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Com consultório em São Paulo e no Rio de Janeiro, Fábio é autor de “Um sorriso feliz para seu filho” (CLA Editora),  “A Guerra dos Mutans”, “Boca!” e “Sorrisos do Brasil”, além de já ter sido eleito Empreendedor Social 2006 pela Schwab Foundation (ligada ao Fórum Econômico Mundial de Davos) e integrante do Fellow Ashoka (uma rede de empreendedores sociais presente em 65 países). Além de assinar uma coluna semanal neste espaço, está à frente do projeto Turma do Bem, a maior rede de voluntariado especializado do mundo: o dentistas do bem.

Acompanhe aqui as postagens de Fábio Bibancos: https://www.facebook.com/institutobibancos/

Pesquisas relacionadas