Gente & Comportamento

O galã português Pedro Carvalho representa seu país em O Outro Lado do Paraíso com um personagem romântico que irá se apaixonar por Juliana Caldas

O rapaz irá enfrentar preconceito por se envolver com mulher de baixa estatura. Amaro será um homem romântico e sedutor, um verdadeiro príncipe da Disney, que irá enfrentar a fúria de Sofia, a personagem de Marieta Severo, por não concordar com esta relação

Publicado em 6 de dezembro de 2017 | Por Ana Clara Xavier

A segunda fase de O Outro Lado do Paraíso vai continuar prendendo o público com tramas ainda mais envolventes. Encabeçando esta ideia está o ator português Pedro Carvalho, em sua estreia na rede Globo, com o personagem Amaro. Como o próprio nome já indica, o papel trata de um rapaz romântico e galanteador que acabou que chegar no Brasil. Ele irá fazer parte do triangulo romântico que envolve Juliana Caldas e Anderson de Rizzi. “Estamos abordando algo que nunca se comentou na televisão antes que é o nanismo. Acho muito interessante falar sobre isso porque tenho alguns amigos com esta condição genética e vejo as dificuldades que eles passam. O preconceito existe em pleno século XXI e isto é ridículo. Acho muito bacana o Walcyr Carrasco ter colocado um rapaz com caráter principesco para se relacionar com uma pessoa que foge dos padrões que a sociedade considera normais. Nós nos apaixonamos por gente independente da cor, sexo ou genética. Todos nós somos diferentes”, garantiu Pedro Carvalho. Segundo ele, a personagem Estela, vivida por Juliana, o verá como o próprio príncipe da Disney e sua mãe, interpretada por Marieta Severo, acredita que ele está interessado apenas no dinheiro da família.

Em sua estreia na emissora, o português vai encarar logo de cara um personagem complexo como Amaro que irá viver um amor com uma mulher de baixa estatura. Existe um cunho social muito forte, neste sentido, já que esta deficiência é pouco retratada e falada na mídia. Portanto, irá mostrar à sociedade quais os problemas que estas pessoas enfrentam no seu dia a dia e a importância de empresas que ofereçam uma maior acessibilidade. Assim como os espectadores estão ganhando mais informações, o ator também precisou ler sobre o assunto para se tornar este canal de comunicação. “Como já tinha amigos com nanismo, comecei a ler relatos de outras pessoas contando o preconceito que sofrem. Tenho conversado muito com a Juliana, estabelecemos uma pareceria. Fico feliz de estar envolvido em um projeto que aborde este tema, afinal, a função do ator também é educar”, comentou.

A novela mostra que muitas vezes nós podemos falar uma palavra que é preconceituosa por falta de informação, dessa forma foi importante para Pedro Carvalho conhecer muito previamente sobre o assunto. O ator garantiu que não possui nenhum tipo de preconceito, principalmente, por ser uma pessoa bem informada e bem resolvida. “Fui criado em uma família que tinha uma mente muito aberta e aprendi que todos nós somos seres humanos. Não me dirijo a ninguém classificando se é ou não transexual ou gay, porque parece que estamos falando de um defeito quando não é. Cada um faz o que quiser e merece ser respeitado”, relembrou.

Pedro Carvalho afirma ser um sonho trabalhar na nova novela da globo (Foto: Alex Santana)

A personagem de Juliana Caldas irá se aproximar muito do mocinho pelos dois terem vivido na Europa. Ambos irão se apaixonar e enfrentar alguns preconceitos por causa disso. Na vida real, o artista garantiu que se renderia ao amor da mesma forma que o seu papel na trama. “Amo pessoas. Vivemos debaixo do céu e na mesma terra, independentemente do sexo, da raça, da cultura ou de alguma deficiência. Cada um é como é. A diferença é uma qualidade. Se eu me apaixonasse por aquele ser humano, obviamente teria uma relação com ela”, completou.

Ano passado, o rapaz estreou na telinha brasileira com Escrava Mãe, da Record. “Aprendi muito. Me transformei como pessoa e ser humano. Isto, para mim, foi o início da minha jornada aqui”, contou. Desde o fim do programa, o ator ainda voltou para Portugal e gravou uma série, chamada Massa Fresca, e uma novela, conhecida como Ouro Verde. Ele contou que não pretende abandonar os laços com o seu país de origem. “Para mim é como se eu estivesse representando os portugueses na novela da Globo, por isso estou focando muito neste trabalho, é um personagem difícil e muito delicado. Por mais que seja um mocinho, existe uma pegada diferente. Acho muito interessante esta parceria que estamos fazendo entre os dois países. A última novela que fiz em Portugal, Ouro Verde, tinha alguns atores brasileiros como a Zeze Motta. Nós somos irmãos”, comentou Pedro. O Outro Lado do Paraíso começou a ser exibido em novembro.

O Outro Lado do Paraíso já é a segunda novela do ator no Brasil (Foto: Alex Santana)

Apesar de não ser a primeira vez em solo tupiniquim, o ator continua muito nervoso por ser uma emissora que ele acompanha desde pequeno. “Nós, em Portugal, assistimos muito aos programas da Globo, então, já conheço o estilo, por isso fazer uma novela das 9, com o Mauro Mendonça Filho, o Walcyr Carrasco e este elenco, com Marieta Severo, Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, é um sonho tornado realidade. Para completar a minha felicidade, o meu papel é um presente, por ser polêmico e misterioso. Espero estar à altura”, comemorou o ator.

Trabalhar no Brasil é uma experiência completamente diferente do que no exterior, segundo o ator. Em Portugal, Pedro Carvalho já possui uma carreira consolidada enquanto aqui, seu futuro ainda é uma incógnita. “Apesar de trabalhar desde os meus 16 anos, em Portugal, já ter feito treze novelas e ser muito conhecido pelo público, acabo sendo mais reservado. Aqui, tudo acaba sendo uma novidade o que é muito legal, porque estou saindo da minha zona de conforto. Tem sido muito interessante”, agradeceu.

 

Pesquisas relacionadas