Gente & Comportamento

Depois de sua primeira experiência no cinema como atriz, Letícia Birkheuer revela que está começando a produzir um roteiro próprio: “Fazer algo diferente”

Gaúcha, a atriz está morando no Rio de Janeiro com o filho há alguns anos. Porém, em entrevista, a atriz não escondeu o pânico e o medo de viver em uma cidade tomada pela violência e insegurança. "Eu me preocupo todos os dias quando o meu filho sai de casa para ir para a escola, fico rezando o tempo todo em casa"

Publicado em 4 de abril de 2017 | Por Julia Pimentel

Durante muitos anos, ela brilhou nas passarelas e nas capas de revistas de moda e beleza pelo mundo. No entanto, há 12 anos, Letícia Birkheuer exala sua paixão pela atuação nos palcos brasileiros. Agora, atriz, ela nos contou que está há três anos gravando filmes, séries e novelas em sequência, sem descanso. Depois de atuar na última temporada de Malhação e viajar o país com sua peça de teatro, Letícia Birkheuer se prepara para um dos principais papéis de sua carreira. Em abril, ela viverá Maria na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, a maior e mais importante do Brasil.

Católica desde a infância, a atriz não escondeu a ansiedade e a animação para o grande trabalho. Mais do que isso. Entre um arrepio e outro ao imaginar o momento em que estará na pele de Maria, Letícia Birkheuer apontou as razões que potencializarão essa experiência. “Primeiro que o espetáculo está fazendo 50 anos, então vai ser uma comemoração ainda mais especial. Fora que esse sempre foi um trabalho que eu quis fazer, até porque, toda a minha família é católica”, disse.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Apesar de ainda faltarem alguns dias, Letícia contou que já está ambientada com o lugar, a estrutura e a personagem. E, durante o ensaio nessa segunda-feira, ela se emocionou muito ao lado dos outros atores do espetáculo, como Romulo Arantes Neto, Adriana Birolli e Jesus Luz. Para fazer bonito e garantir a emoção do espetáculo, a atriz disse que já vem se dedicando ao papel há algum tempo. “Eu fui a Nova Jerusalém conhecer e ver de perto, e é um lugar impressionante. É o maior teatro ao ar livre do mundo. Para o espetáculo, são nove palcos e as pessoas vão caminhando de um para o outro como se fosse uma procissão”, contou animada. Para a personagem, Letícia Birkheuer recorreu à preparação de Fátima Toledo, com quem a atriz já havia trabalhado anteriormente. “Quando eu fiquei sabendo que iria fazer a Maria, não pensei em outra pessoa. Liguei para a Fátima e pedi para que ela lesse o texto comigo para que eu conseguisse encontrar a densidade dessa personagem”, lembrou.

Letícia Birkheuer será Maria na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém deste ano (Foto: Reprodução)

Neste laboratório, Letícia Birkheuer contou que se concentrou em encontrar a Maria que existia para ela. Segundo a atriz, a preparação consistiu em achar o que aquela personagem representava para Letícia e como seria a posição dela caso passasse pelos dramas de Maria. E ela achou. Mãe de um menino de cinco anos, o João Guilherme, Letícia Birkheuer mergulhou na dor materna da personagem bíblica. “Eu imagino que a maior dor de uma mãe seja perder o seu filho, ainda mais da forma que foi. E a Maria questionava muito o que ela não aceitava e compreendia, inclusive Deus. Então, o texto tem um peso e uma densidade muito grande e foi por aí que eu tentei me inserir nele” explicou.

Ansiosa para o grande dia, Letícia Birkheuer revelou que já se imagina inserida naquele contexto. “Eu acho que vou me desligar um pouco do mundo aqui fora e entrar lá como se fosse mais que só um trabalho. Eu sinto que vou me envolver com toda aquela situação e esquecer de tudo que seja fora daquele palco”, idealizou Letícia que já gravou as vozes do espetáculo. “Como é um teatro ao ar livre, não tem como fazer na hora. Por isso, a gente precisa gravar tudo antes e, na hora, só reproduzimos”, revelou.

O fato é que a relação de Letícia Birkheuer com a atuação não é nada rasa e superficial. Engajada em dar um novo rumo à carreira, a atriz e modelo está há mais de uma década se dedicando a cursos e preparações para que cumpra seus trabalhos com maestria. Seja no cinema, na televisão ou no teatro, Letícia Birkheuer se mostrou interessada em descobrir novas experiências e oportunidades. “Eu estou descobrindo vertentes na minha profissão que eu ainda quero fazer. Então, para isso, eu vou me preparando para as oportunidades. Há dois anos, por exemplo, eu faço aulas de canto toda semana”, contou Letícia que já estrelou um musical no teatro. “Eu ficava até quatro da manhã ensaiando em frente a um espelho no hotel para conseguir dar conta. Isso fora as aulas de canto e os ensaios. Eu sou muito perfeccionista no que eu faço. Então, vou sempre fazer de tudo para que fique o melhor possível”, lembrou.

Depois de sua estreia no cinema como atriz, Letícia despertou seu lado criativo e está começando a produzir um roteiro próprio (Foto: Reprodução)

E quando ela disse que está descobrindo novas vertentes na profissão, Letícia Birkheuer não exagerou. Depois de atuar em seu primeiro filme no ano passado, a atriz resolveu apostar em sua mente criativa e iniciar um projeto de roteiro próprio. Ainda na fase de escaleta, anterior ao roteiro propriamente dito, Letícia adiantou o enredo da trama. No possível longa, ela irá narrar a relação de uma mãe com seu filho em uma história que se desenvolve entre o Rio de Janeiro e São Paulo. “Me deu vontade de escrever e fazer algo diferente. Depois que eu fiz meu primeiro filme, despertei o desejo de falar sobre outros assuntos além dos que estão sendo abordados hoje em dia. Eu acho que o Brasil, em termos de roteirista, tem muito a crescer. Diversos temas que podem ser abordados, por exemplo, não são. Por isso, me deu vontade de escrever uma história em que eu ache legal contar”, explicou.

E a temática materna está, realmente, muito forte neste momento profissional e pessoal de Letícia Birkheuer. Além dos trabalhos que envolvem o tema, seja no teatro ou no cinema, a atriz também demonstrou sua preocupação quando o assunto é o atual contexto social. Moradora do Rio de Janeiro, Letícia destacou a violência na cidade e a insegurança de viver com seu filho por aqui. “A gente está vivendo um momento de instabilidade no país muito forte, principalmente em relação à segurança. O Rio de Janeiro está um caos. O tempo todo nós vemos tiroteio e pessoas sendo assaltadas na rua. E isso é desesperador. Eu me preocupo todos os dias quando o meu filho sai de casa para ir para a escola, fico rezando o tempo todo em casa”, revelou assustada. “Com todo esse panorama de medo, eu fico pensando no que está acontecendo com as pessoas. Não sei como entender essa falta de amor no coração, ao próximo e à vida. É muita tragédia”, acrescentou.

Letícia Birkheuer e o filho, João Guilherme (Foto: Reprodução)

Embalada por um sentimento de medo, revolta e vontade de mudar, Letícia Birkheuer contou que tenta construir uma próxima geração mais bondosa e generosa a partir da educação de seu filho. Segundo ela, as crianças de hoje serão as sementinhas para uma vida melhor no futuro. “O grande papel dos pais de hoje é educar os filhos para que eles cresçam e pratiquem o bem, o amor ao próximo, a generosidade e a troca de valores verdadeiros. É isso o que eu tento passar para o meu filho todos os dias”, disse a atriz e modelo Letícia Birkheuer.

Pesquisas relacionadas

close-link