Gente & Comportamento

Brancorexia: cuidado com essa moda. Fábio Bibancos explica as precauções para se ter dentes brancos

Cirurgião-dentista especialista em Odontopediatria, Ortodontia e Mestre em Saúde Coletiva, Fábio Bibancos fala sobre como a publicidade influencia as pessoas a quererem dentes cada vez mais brancos e alerta: o clareamento em excesso pode ser prejudicial

Publicado em 21 de julho de 2016 | Por Karina Kuperman

*Por Fábio Bibancos

Dentes brancos e brilhantes são objeto de desejo de muita gente. Tão brancos e tão brilhantes que sejam capazes de reluzirem onde estiverem. Parece uma propaganda de creme dental, mas tem muita gente que leva isso a sério. O hábito de recorrer a procedimentos, às vezes por conta própria, para branquear os dentes é chamada de brancorexia.

Nos últimos anos, o clareamento dental é uma das práticas odontológicas mais difundidas e muitos clientes obcecados com um sorriso branco insistem em utilizar os mais variados produtos – sem a supervisão de um profissional – com a ideia de obter o sorriso perfeito da publicidade.

Leia também: Roer unhas é feito e os seus dentes não agradecem: Fábio Bibancos fala sobre a onicofagia e explica como o hábito prejudica a saúde bucal

Leia também: Onde manda a imagem, boca bonita reina: Fábio Bibancos fala sobre a relação entre as redes sociais e a beleza bucal

foto capa

Brancorexia: cuidado com o exagero, pois clareamento não é o mesmo que branqueamento

Em primeiro lugar, vale lembrar que tanto os anúncios da TV, das revistas e internet passam por um tratamento de imagem, de forma que esses dentes não são tão brancos como se vê. Por outro lado, muita gente não compreende que o branco perfeito não existe. Não dá para tomar cinco cafés ao dia e ter um sorriso branco absoluto.

A cor dos dentes não pode ser a mesma para idades diferentes

A cor dos dentes não pode ser a mesma para idades diferentes

A brancorexia além de deixar o aspecto dos dentes pouco natural pode prejudicar a saúde dental. Buscar procedimentos odontológicos desnecessários torna a aparência antinatural. Além disso, todo tratamento deve ter a supervisão de um profissional, porque é possível danificar a matriz do dente.

Leia também: Na estreia de sua coluna, Fábio Bibancos faz as devidas apresentações e alerta: “Sorrir com confiança muitas vezes não vem em um passe de mágica”

Para garantir dentes mais brancos é importante cuidar da alimentação evitando alimentos que afetem a pigmentação dos dentes como cafés, chás, bebidas escuras ou alimentos com corantes.

Leia também: A moda vintage da odontologia: As lentes de contato são facetas de cerâmica ultrafinas que solucionam algumas imperfeições de cor, forma e posição dos dentes

Independente da obsessão, para aqueles que querem fazer um clareamento dental é importante saber que, para realizar o procedimento, o dentista considerará características individuais de cada pessoa como a idade, a tonalidade da pele e os hábitos. E, nunca se deve realizar este procedimento sem o acompanhamento de um profissional.

Nosso querido paciente, o atleta, Alexandre Pato

Nosso querido paciente, o atleta, Alexandre Pato

Leia também – Fábio Bibancos é o dentista fundador da ONG Turma do Bem, que atende mais de 65 mil crianças carentes: “Beleza não é bobagem. Ter os dentes é um direito de todos” 

Se você levantar da cadeira do dentista depois de realizar um clareamento sem ter em sua boca uma lâmpada, não se assuste. O procedimento foi realizado corretamente pelo profissional, mas (felizmente) ele não pode fazer você parecer uma luz de leitura ambulante.

*Fábio Bibancos é cirurgião-dentista especialista em Odontopediatria, Ortodontia e Mestre em Saúde Coletiva, formado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Com consultório em São Paulo e no Rio de Janeiro, Fábio é autor de “Um sorriso feliz para seu filho” (CLA Editora),  “A Guerra dos Mutans”, “Boca!” e “Sorrisos do Brasil”, além de já ter sido eleito Empreendedor Social 2006 pela Schwab Foundation (ligada ao Fórum Econômico Mundial de Davos) e integrante do Fellow Ashoka (uma rede de empreendedores sociais presente em 65 países). Além de assinar uma coluna semanal neste espaço, está à frente do projeto Turma do Bem, a maior rede de voluntariado especializado do mundo: o dentistas do bem.

Acompanhe aqui as postagens de Fábio Bibancos: https://www.facebook.com/institutobibancos/

Pesquisas relacionadas