Gente & Comportamento

#Atitude50: Kika Gama Lobo conta em sua coluna semanal no site HT os desafios da gravidez: “Uma mentira maravilhosa!”

Mãe de duas lindas mulheres, Anna Catharina, de 20 anos, e Vallentina de 18, Kika volta à gravidez, puxando pela memória e relembrando o que aconteceu e ninguém contou em relação às dores e não muito agradáveis situações que todas passam no período de gestação

Publicado em 13 de julho de 2017 | Por Junior de Paula

*Por Kika Gama Lobo

A jornalista Maria Prata, grávida de Pedro Bial, postou em seu Facebook que ninguém contou pra ela que durante a gravidez a barriga coça sem parar… Diante disso me lembrei de um artigo que escrevi anos atrás e nunca publiquei: GRAVIDEZ, UMA MENTIRA MARAVILHOSA. Procurei, mas não sei aonde enfiei. Fiquei grávida com mais de 30 anos. Não era uma moça indefesa e já tinha uma quilometragem razoável. Sabia o que ia enfrentar e como tenho muitas amigas, a maior parte delas com filhos mais velhos (comecei tarde no quesito maternidade), ficaria fácil passar por esse túnel desconhecido. Mas juro que comecei a perceber entre nós uma não sororidade, um esconde-esconde de informações que, se reveladas, ajudariam muitas mães de primeira viagem. Eu penso muito sobre as mulheres e muitas vezes não gosto do que me vem à cabeça. Somos más? Somos invejosas? Somos burras? Se os homens se aglutinam em círculos fechados e tem – entre si – códigos de apoio e respeito mútuo porque somos tão desunidas? Será que Eva, lá no paraíso, esqueceu de colocar esse chip na mulherada? Voltando à gravidez, puxo pela memória e relembro o que me aconteceu e ninguém me contou. Maria Prata, não leia esse texto até o fim ( kkkkk).  O bico do seio fica preto. Uma linha escura brota na barriga. Seu umbigo salta para fora e você se sente um peru Sadia natalino. Sua vagina vira uma flor, pois o peso da criança faz com que ela abra para fora. Peidar é de lei. Parece que você engoliu uma caixa de Luftal. As manchas decoram seu rosto como um mapa mundi. Suas costas viram chokito. Na hora do parto você dá à luz ao tão querido baby mas também expele suas fezes all around. Você volta para casa e começa o rol de visitas de parentes, amigos, madrinhas, vizinhos, babás…. E você quer tudo menos isso. Está exausta e vai piorar. Me sentia um broche. Olhava no relógio e já eram quase 6 da tarde e ainda não tinha tomado banho pois mentem que o baby mama de 3 em 3 horas. Apelidei a Anna Catharina – minha primeira filha, de sanguessuga. Ela não saía do meu peito. Maria Valentina, a segunda, já ganhou logo a companhia da mamadeira. Aos poucos tudo foi se ajeitando e o tempo passou. Cathy está com quase 20 anos e Valle, 18. Faria tudo outra vez mas desejaria um manual com pequenas revelações do período mais mágico da vida feminina. Quem sabe escrevo quando for avó? #atitude50

Leia Mais: #Atitude50: Kika Gama Lobo conta de seu dia ao lado da escritora que todo mundo ama: Martha Medeiros

Leia Mais: #Atitude50: Kika Gama Lobo estreia sua coluna semanal no site HT. “O primeiro pentelho branco a gente nunca esquece”

Leia Mais: #Atitude50: Kika Gama é a nova colunista do site HT – e nossa nova diretora comercial – e destaca projeto que valoriza a vida depois dos 50: “Volta a ser adolescente”

Leia Mais: #Atitude50: Kika Gama Lobo solta o verbo em sua coluna semanal e faz uma análise do fim dos tempos de Adriana Ancelmo, Cláudia Cruz e Marcela Temer

Pesquisas relacionadas