Arte & Literatura

Newton Lima desvenda os mistérios do mundo do e-commerce e vai até Curitiba para conhecer a artista Renata McCartney e seus produtos cheios de charme

Nosso colunista cool de design, arquitetura e decoração - e orgulho deste site - bateu um papo com a paranaense em seu estúdio e também conversou com Augusto Custódio da agência de comunicação digital ZOOR para entender o mundo do comércio eletrônico nos dias de hoje

Publicado em 20 de fevereiro de 2017 | Por Junior de Paula

O mundo mudou e não me contaram?

(Ilustração: Claudia Liz)

* Por Newton Lima (@newtonlimaofficial)
www.newtonlimainteriores.com.br

As antigas brincadeiras de criança já não encantam ou fazem sentido a quem chega. Rotinas mudaram e os comportamentos se adaptam às novas tecnologias: tudo está – literalmente – na palma da nossa mão. Recursos inéditos são desenvolvidos e chegam para facilitar a nossa vida – mas será que fazemos o uso correto dessas ferramentas? Em tempos de crise avaliamos as possibilidades, assim o desejo de empreender soa como a melhor saída para driblar o momento tumultuado.

Estive em Curitiba e visitei o atelier da designer e empresária Renata McCartney, que vai dividir com vocês os bastidores de uma pequena empresa. Na sequência, Augusto Custódio da agência de comunicação digital ZOOR nos dá uma aula sobre comércio eletrônico. Esclarece dúvidas e mitos em torno do que é preciso levarmos em consideração desde a implantação até o uso otimizado desse poderoso recurso de compra que desponta como tendência no curtíssimo prazo. Vamos lá!

Renata McCartney Home

Era meado de novembro de 2016 e eu buscava opções de presentes a preços razoáveis para ilustrar nossa coluna de Natal. Quem procura, acha! Fui impactado pelo apelo visual tanto do seu Instagram (@renatamccarteyhome) quanto do site ( www.renatamccartneyhome.com.br) – os produtos pareciam ser de qualidade superior com valores convidativos. Fizemos um contato por telefone e alinhamos os itens que estariam naquela coluna.

Renata McCartney apresenta seus carros-chefes em vendas: Cabideiros de parede, pufes e sacos multiuso

Na oportunidade não tínhamos espaço para uma pauta maior, então prometi a mim mesmo que retornaria em seu atelier na cidade de Curitiba.

Falaremos agora da criatividade e bom gosto que permeiam os produtos criados por Renata e que estão a venda em seu website com entrega para todo o Brasil. Venham comigo conhecê-la um pouco mais!

Criações de Renata McCartney e registro da entrevista

 NL – Renata, você já é uma designer de interiores bastante respeitada aqui em Curitiba. De onde surgiu a ideia de criar e comercializar produtos?
RM – O meu trabalho como designer de interiores atende um nicho de clientes diferenciado no mercado local que é mais tradicional. Eu já desenhava móveis avulsos, trabalhando bastante com marcenaria. Sentia alguma dificuldade em achar móveis e acessórios do meu gosto na região. A minha marca é muito pessoal, sempre gosto de customizar peças para os meus projetos, assegurando personalidade aos ambientes. Então decidi criar a minha própria marca de acessórios para casa com referência nas experiências que tive trabalhando e morando fora do Brasil por vários anos. Prezo muito pela funcionalidade e praticidade do produto com cuidado da pesquisa a produção.

NL – Recentemente você investiu numa nova roupagem para o site, logomarca e redes sociais. Que fatores te levaram a revisitar os conceitos inicialmente estabelecidos? 

RM – A marca surgiu com uma identidade visual artesanal, também criada por mim, onde a logomarca usava uma fonte que lembrava uma assinatura a mão livre. Gerenciar redes e mídias sociais requer muita dedicação, então eu acabava divulgando os novos produtos na minha página de interiores, e o resultado ficou confuso. Com o crescimento da marca de produtos resolvi investir num sistema de comércio eletrônico mais arrojado. Contratei uma empresa que cuidou de toda a programação visual. Fizemos vários estudos e decidimos que “Renata McCartney HOME”, apesar de imprimir conceitos artesanais, deveria migrar para algo mais leve e contemporâneo.

Vaso-cacto / Almofadas / Porta computador e laptops / bandeirolas em madeira

NL – Quantos produtos você possui atualmente no seu catálogo? Onde está o gargalo desde a criação até a entrega ao cliente final?

RM Hoje possuo cerca de 50 produtos e muitas novidades estão vindo por aí! A produção é a parte que requer mais cuidado, pois dependo da qualidade, desempenho e comprometimento dos meus fornecedores. Eles são meus reais parceiros.

NL – Vimos ultimamente uma tendência relevante de profissionais migrando seus negócios para o comércio eletrônico. É uma boa alternativa? Quais são os principais desafios e qual dica você deixa para quem deseja empreender dessa maneira?

RM – É fato que o mercado de compra online teve um crescimento muito grande na rotina dos consumidores. Muitas pessoas, ainda que não comprem pela internet, gostam de navegar pelo site, conferir preços, simular valor do frete, o que transmite uma nova experiência que pode ser revertida em venda futura. Acredito que as lojas físicas devam também ter uma loja online para atender esse curioso grupo de consumidores. Valorizo muito a venda conciliada em canais de lojas físicas onde os consumidores podem tocar os produtos. Essa humanização faz toda a diferença! Para quem está começando nesse ramo da internet digo que investir em fotos de qualidade e estruturar campanhas de divulgação em sites são fundamentais para o sucesso do negócio.

 

E falando em comércio eletrônico…

Você sabia que em 2016 aproximadamente 48 milhões de pessoas fizeram ao menos uma compra em sites de comércio eletrônico? Apesar do momento de crise na economia do Brasil esse negócio faturou cerca de R$ 44 bilhões. Partindo desses dados relevantes, procurei mais uma vez a consultoria de Augusto Custódio da agência de comunicação digital ZOOR para uma abordagem do tema:

Fotos: Pedro Menezes

“Um dado importante é que no mesmo ano o público feminino representou mais da metade das compras realizadas em sites de e-commerce. Esse resultado vem da forte presença das mulheres nas redes sociais e do uso crescente de sites de pesquisa e de comparação de preços.

Outra atenção especial concentra-se nos dispositivos móveis que representaram 21% do volume de dados, o que mostra a forte tendência de migração dos hábitos de navegação em computadores para esse tipo de equipamento. Isso demonstra claramente que empresas de comércio eletrônico devem dar atenção na otimização de seus sites para celulares, smarphones e tablets (sites responsivos).

Ter um comércio eletrônico exige muita dedicação e conhecimento sobre o mercado online. Os hábitos das pessoas, qualidade do conteúdo nas redes sociais, estratégias e campanhas de comunicação dentro de novo formato de publicidade potencializarão seu negócio na internet.

Então, se você está pensando em empreender, busque apoio profissional para minimizar seus riscos de forma assertiva. Preferencialmente procure empresas especializadas que possam dar o suporte necessário para você siga de forma próspera e segura.”

Foto: Pedro Menezes

Depois dessas dicas, deixo vocês com a reflexão: “Estou fazendo diferente?”

Até a próxima!

Leia Mais: O Site HT tem a honra de apresentar o designer de interiores e nosso novo colunista Newton Lim, que, toda segunda-feira, vai falar de arquitetura, design e decoração 

Leia Mais: Newton Lima fala sobre pequenos detalhes que fazem toda a diferença na sua casa. “Na contramão das teorias, as mudanças vêm de fora pra dentro”

Leia Mais: Em sua coluna semanal sobre design, arquitetura e decoração Newton Lima explica: “Design: a concepção de um produto no que se refere a sua forma física e funcionalidade”

Leia Mais: Newton Lima, nosso colunista cool de design, arquitetura e decoração, entra no clima do Natal e dá dicas sensacionais de presentes e de como montar a árvore. 

Leia Mais: Em sua coluna de design, decoração e arquitetura, Newton Lima dá dicas de como escolher o tapete ideal e sobre a funcionalidade dos ambientes

Leia Mais: Newton Lima em sua coluna de design, decoração e arquitetura no site HT dá dicas infalíveis para criar a iluminação correta de um ambiente

Leia Mais: Newton Lima fala sobre a importância dos quadros em um projeto de decoração: “A Arte não tem preço, e o valor de uma obra é você quem dá”

Leia Mais: Newton Lima dá dicas de como escolher a cor certa para a sua casa: “Elas podem ser tanto sensual e passional quanto calmante e de meditacão”

Leia Mais: Em sua última coluna de 2016, junta o universo dos quartos infantis às raízes do artesanato brasileiro

Leia Mais: Newton Lima mostra os bastidores e os profissionais responsáveis por mais um passo importante em sua trajetória: o lançamento de seu novo site

Leia Mais: Newton Lima facilita o trabalho de quem pode optar pelo home office e apresenta as melhores opções de como montar o escritório perfeito

Leia Mais: Newton Lima investiga a arte com toques geométricos e poéticos de Antonio Bokel e os móveis com pinceladas modernistas e cubistas da “,OVO”

*Formado em administração de empresas e com MBA em gestão de Negócios, o designer de interiores, realizador e cenógrafo se reinventou recentemente, quando abriu a Newton Lima Interiores e viu seu nome crescer. Nas redes sociais ele já soma mais milhares de seguidores no Instagram (@newtonlimaofficial), por conta da sua curadoria de imagens e assuntos, fruto de seu olhar atento e muito criterioso. E é isso que podemos esperar em sua coluna semanal no site HT: o design brasileiro e do mundo, arquitetura, decoração e o que mais couber e vier do seu radar ligado 24 horas por dia

Pesquisas relacionadas

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
  • Simone

    Show!! Adorei a entrevista.

  • sergio roberto stocco bueno bueno

    obrigado.

  • sergio roberto stocco bueno bueno

    achei tudo muito interessante,faço quadros com material reciclado caixas de leite ,luminárias com material usado em propagandas P.S.,acrílico ,papel de parede,filtro de café natural ou tingido,são peças criadas por mim, gostaria de sua avaliação,obrigado.

  • Joelma duarte

    Ameiiii!!